Caminhões basculantes: tradições e inovações

A história do caminhão basculante, veículo considerado indispensável para o transporte de cargas a granel, teve início no primeiro quartel do século XX.

Tradicionalmente, os basculantes são divididos em 2 tipos de acordo com a configuração do corpo que influencia na escala de seu funcionamento.

Os caminhões que pertencem ao primeiro tipo (conhecido como padrão) esvaziam suas caçambas na parte traseira do veículo. O mecanismo inclui as dobradiças, montadas na extremidade traseira do chassi, e um único cilindro hidráulico maciço, fixado sob a frente da carroceria. As dobradiças seguram a cama e permitem que ela seja levantada verticalmente, enquanto o aríete hidráulico fornece força suficiente para levantar a cama em um ângulo acentuado.

Os basculantes convencionais podem ser usados ​​com sucesso, desde que os locais tenham bastante espaço. Enquanto o leito basculante é descarregado apenas pela extremidade traseira, os operadores precisam manobrar para encontrar a posição certa para descarregar.

Quando o local tem espaço limitado, é razoável aproveitar as vantagens de um caminhão basculante de três vias que representa o segundo tipo comum de caminhão basculante. Por vir do nome da categoria, a estrutura de três vias permite que um veículo seja descarregado em três lados: traseiro, direito e esquerdo. O design exterior deste tipo é semelhante ao anterior. O material a granel é transportado em uma caixa de metal e a estabilidade é fornecida por uma estrutura reforçada. A diferença está embaixo do leito de despejo. As opções de descarga são possíveis devido a quatro gavetas hidráulicas, equipadas com juntas transversais para organizar o movimento. Levantar dois dos aríetes hidráulicos do lado direito do chassi permite que a cama incline para a esquerda e vice-versa. E a inclinação da cama para trás é realizada por esses dois aríetes hidráulicos fixados atrás da cabine.

De acordo com as aplicações práticas, os basculantes são divididos em modelos de rede rodoviária e versões off-road. A última categoria inclui caminhões de tamanho normal, caminhões basculantes pesados ​​(também chamados de caminhões de transporte) para servir em mineração de alta produção e ambientes industriais pesados ​​e caminhões articulados para transportar cargas nos terrenos mais acidentados.

As últimas inovações no desenvolvimento de caminhões basculantes são essenciais para a indústria de mineração. Os maiores fabricantes de caminhões estão envolvidos no projeto de P&D que visa promover o uso de basculantes autônomos para mineração e aumentar as vantagens comerciais.

Os inovadores caminhões são veículos de construção totalmente equipados, capazes de navegar e operar com total autonomia, tanto acima como no subsolo. A tecnologia GPS e vários sensores permitem a leitura contínua dos arredores, a navegação de obstáculos (fixos ou móveis) e a coleta de outros dados necessários para determinar a rota e a segurança do tráfego. Além disso, o sistema torna possível planejar uma rota com antecedência e alterá-la automaticamente em movimento no caso de uma necessidade repentina de revisão.

O projeto visa melhorar a produtividade e economia de combustível na esfera da mineração e aperfeiçoar tecnologias autônomas antes de expandir seu uso em estradas públicas.



Source by Victoria Zhurkowskaya

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *